Agenda Cultural Alagoas lide liquido

II Mostra Quilombo de Cinema Negro inicia nesta sexta (20)

Foto: Divulgação

Promovida pelo Mirante Cineclube, a mostra ocorre de maneira totalmente on-line e conta com filmes, mesas-redondas e bate-papos

A II Mostra Quilombo de Cinema Negro acontece no período de 20 a 25 de novembro em formato inteiramente on-line com mesas-redondas, bate-papos e exibição de filmes. Promovida pelo Mirante Cineclube, espaço de fomento à cultura cineclubista em Alagoas, a mostra deste ano traz como tema a imagem do Atlântico, não em seu sentido mítico e cronológico, mas a partir de uma perspectiva fundante de desdobramentos que levaram às encruzilhadas que constituem a diáspora.

Segundo a curadoria do festival, feita por Beatriz Vilela, Janderson Felipe, Lucas Litrento e Rose Monteiro, pensar em diáspora é pensar no Atlântico Negro enquanto travessia para um não-lugar que se desdobra num novo lugar. Essa cosmicidade é um encontro de diferenças dispostas no mar; ou na tela. A ideia de um Atlântico Negro une, sem essencializar, essas forças de revolta, de ação. Assim, os filmes selecionados e convidados para a Mostra carregam dentro de si a encruzilhada de conceitos, sons, discursos e rimas.

A programação da II Mostra será aberta dia 20 de novembro, às 20h, com a mesa da curadoria. Nela, Beatriz Vilela, Janderson Felipe, Lucas Litrento e Rose Monteiro falam sobre a proposta da II edição e o processo de curadoria do festival. A transmissão será feita pelo Canal do Youtube da II Mostra Quilombo.

No dia seguinte (21), às 16h, ocorre um bate-papo com o tema “Atlântico Negro no Cinema” com Bernardo Oliveira, professor adjunto da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pesquisador, crítico de música e cinema e produtor. Já no dia 23 de novembro, às 20h, a mesa-redonda é sobre a “Participação Negra no Cinema Alagoano”, com a presença de Wanderlândia Melo, Ticiane Simões e Ulisses Arthur.

Filmes que serão exibidos na II Mostra:

Filme de abertura

Cavalo (AL), direção de Rafhael Barbosa e Werner Bagetti.

Sessão Rastro

  • Cajá dos Negros (AL), direção de Israel Oliveira;
  • Joãozinho da Goméa – O Rei do Candomblé (RJ), direção de Janaína Oliveira ReFem e Rodrigo Dutra;
  • Princesa do meu lugar (MA), direção de Pablo Monteiro;
  • Ser Feliz No Vão (RJ), direção de Lucas Rosssi;
  • Socialights Jorge Lafond (MG), direção de Noah Mancini;
  • Tudo que é apertado rasga (BA), direção de Fábio Rodrigues Filho (Filme convidado).

Sessão Afluências

  • Ditadura Roxa (MG), direção de Matheus Moura;
  • Incêndio (CE), direção de Grenda Costa;
  • Live (ES), direção de Adriano Monteiro;
  • Marvin.gif PART II (BA), direção de Marvin Pereira;
  • Pattaki (CU/BR), direção de Everlane Moraes (filme convidado);
  • Você Já Tentou Olha Nos Meus Olhos? (PR), direção de Tiago Felipe.

Sessão Devir

  • Estação Aquarius (AL), direção de Fernando Brandão, Flávia Correia, Jairis Meldrado, Levy Paz, Rayane Goés e Ticiane Simões;
  • Faixa de Gaza (PB), direção de Lúcio César Fernandes;
  • Meninos Rimam (SP), direção de Lucas Nunes;
  • Mwany (AL), direção de Nivaldo Vasconcelos (filme convidado);
  • Perifericu (SP), direção de Nay Mendl, Rosa Caldeira, Sthefany Fernanda e Vita Pereira;
  • Receita de Caranguejo (SP), direção de Issis Valenzuela;
  • Saneamento Trágico (AL), direção de Zazo.

%d blogueiros gostam disto: