Alagoas Curso Oldemburgo Neto

Curso de Formação em Teatro Popular e Político está com inscrições abertas

Foto: Jadir Pereira.

Por Oldemburgo Neto – 02/09/2020

As atividades começam sábado (5/9) e a inscrição é gratuita. Iniciativa é fruto de articulação entre a Escola Popular de Teatro de Alagoas, o Laboratório Alagoano de Teatro do Oprimido e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

“Atores somos todos nós, e cidadão não é aquele que vive em sociedade: é aquele que a transforma”. Assim finda um discurso proferido por Augusto Boal, uma das maiores referências brasileiras do teatro contemporâneo, quando recebera da Unesco o título de Embaixador Mundial do Teatro, em 2009.

Diretor, dramaturgo e ensaísta, o subversivo maravilhoso, como também era conhecido, é uma das muitas fontes de inspiração que embasam a ementa do curso online Teatro Popular e o Fio de Ariadne, uma iniciativa que nasce da articulação entre a Escola Popular de Teatro de Alagoas, o Laboratório Alagoano de Teatro do Oprimido (Lato) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Compreender o teatro como uma ação capaz de despertar nas pessoas um olhar que vai além do próprio umbigo, que estimula a crítica e a criatividade em nosso cotidiano. Fazer do teatro uma arma política, uma ferramenta, um fio condutor de consciência que nos retira da zona de conforto e nos convida a enxergar o que estamos habituados somente a olhar.

São algumas questões que o curso online Teatro Popular e o Fio de Ariadne vai abordar durante as 7 aulas virtuais que integram o primeiro módulo do projeto. Temas como raça, gênero, classe, diversidade sexual, história do teatro político, teatro épico de Brecht, palhaçaria, performance, capoeira e ancestralidade serão abordados em todos os encontros, sempre aos sábados, pela plataforma Zoom.

Compõem a equipe de formação do curso professores da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e militantes dos movimentos Feminista, LGBTQI+ e Cepa Quilombo. Podem participar estudantes, professores, artistas, militantes da cultura e demais interessados no teatro popular e político como um todo.

Formar agentes multiplicadores do teatro popular é o grande objetivo do curso, que conta com a coordenação dos atores Ana Antunes, Udson Pinheiro, e do jornalista Gustavo Marinho.

Tendo a Reforma Agrária Popular como programa cultural para o campo brasileiro, o MST tem sido um importante aliado em muitas iniciativas de formação cultural e educacional espalhadas pelo Brasil ao longo dos 36 anos de sua história. De acordo com o jornalista Gustavo Marinho, que integra o setor de comunicação do MST e é um dos coordenadores do projeto, o papel da cultura é fundamental na luta pela transformação da sociedade.

“O lugar da cultura é muito importante para nós que lutamos pela reforma agrária. Essa articulação entre nós e os movimentos culturais alagoanos já vem de longa data, seja pela Feira da Reforma Agrária ou pelos momentos de formação, debates e articulação política que já desenvolvemos junto ao setor em Alagoas”, comentou o representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, que também revelou o sentimento de alegria por enfim ver o projeto se concretizando, sendo o primeiro curso de teatro popular e político a ser ofertado gratuitamente em Alagoas.

“É uma iniciativa que já desenvolvemos com outros grupos culturais Brasil afora, mas que surge em Alagoas com uma perspectiva muito interessante na avaliação do MST. É uma alegria imensa para nós. Esperamos que o curso se reverbere nos acampamentos e assentamentos da reforma no estado”, concluiu.

As atividades iniciam no dia 5 de setembro e as inscrições já podem ser feitas gratuitamente acessando o link: https://forms.gle/t23Vc4u9m6h2L5fD7.

Ao final do curso, que possui um total de 21 horas de aulas, todos os participantes receberão certificado de conclusão. Mais informações sobre o curso podem ser obtidas pelo email escolapopulardeteatroal@gmail.com.

Serviço:

Curso on-line Teatro Popular e o Fio de Ariadne
Início: 05/09/2020 (sábado)
Inscrições: https://forms.gle/t23Vc4u9m6h2L5fD7
Mais informações: escolapopulardeteatroal@gmail.com

***

.

Oldemburgo Neto é jornalista, graduado pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), com passagens por redações de web (Portal G1), jornal impresso (Gazeta de Alagoas) e assessoria de comunicação (Companhia de Saneamento de Alagoas). Também colabora com textos nos coletivos Jornalistas Livres e Mídia Caeté. Músico nas bandas alagoanas Garden e Alma de Borracha. Progressista & alucinado pela arte de viver.

%d blogueiros gostam disto: