Colaboradores Isabella Ingra

Três poemas de Isabella Ingra

Imagem de Free-Photos por Pixabay

1- onda

quando minha mãe deixava eu colocar as pontas dos dedos na água do mar
meu coração entrava em colapso calmo
ela morria de medo, mas nunca me negara as pontas dos dedos na água

o prazer maior
eu sentia sozinha.

2- sina

meu amor
as lutas te fazem
as lutas te fazem
e também as luas
e o sino da igreja
a insistir
dentro de vc
todo dia
alguma coisa toca
e insiste.

3-

estou
entregue
mas não
me entrego

***

.

Isabella Ingra (1993) é poeta, escrivinhadora de palavras, atriz quando convém, mãe e feminista. Nascida em Brasília e no mundo todo.

%d blogueiros gostam disto: