lide liquido

25º Prêmio Guarani de Cinema anuncia lista de indicados

Os filmes Bacurau de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, e A Vida Invisível de Karim Aïnouz, lideram a lista de mais indicados.

O site Papo de Cinema divulgou nesta quarta-feira (20) os indicados ao Prêmio Guarani, um dos mais amplos e representativos recortes sobre o cinema brasileiro do país.

Em sua 25ª edição, o prêmio é votado por profissionais da Academia Guarani de Cinema, composta por mais de 40 profissionais da crítica cinematográfica. Durante o próximo mês, esses e muitos outros serão convocados a participar da Fase 02 da votação, quando poderão escolher o melhor de cada uma destas 24 categorias.

São 24 categorias de premiação e dois filmes lideram a lista com mais indicações: Bacurau de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, e A Vida Invisível de Karim Aïnouz, com 15 e 13 nomeações, respectivamente. Premiados em Cannes em 2019, os filmes permearam todos os debates no Brasil entre a crítica e os espectadores, estando comumente nas listas de melhores de muitos cinéfilos e especialistas.

Os vencedores do 25º Prêmio Guarani serão revelados no dia 1º de julho.

Confira a lista de indicados:

Melhor Filme

A Vida Invisível, produção de Michael Weber, Rodrigo Teixeira e Viola Fügen
Bacurau, produção de Emilie Lesclaux, Michel Merkt, Olivier Père e Saïd Ben Saïd
Inferninho, produção de Caroline Louise, Guto Parente e Rogério Mesquita
No Coração do Mundo, produção de André Novais Oliveira, Gabriel Martins, Maurílio Martins e Thiago Macêdo Correia
Temporada, produção de André Novais Oliveira, Gabriel Martins, Maurílio Martins e Thiago Macêdo Correia

Melhor Atriz

• Andréa Beltrão, por Hebe: A Estrela do Brasil
• Barbara Colen, por Bacurau
• Dira Paes, por Divino Amor
• Grace Passô, por Temporada
• Kelly Crifer, por No Coração do Mundo

Melhor Ator

• Daniel de Oliveira, por Morto Não Fala
• Fabrício Boliveira, por Simonal
• Julio Machado, por A Sombra do Pai
• Marco Nanini, por Greta
• Yuri Yamamoto, por Inferninho

Melhor Atriz Coadjuvante

• Eliane Giardini, por Deslembro
• Fernanda Montenegro, por A Vida Invisível
• Grace Passô, por No Coração do Mundo
• Luciana Paes, por A Sombra do Pai
• Sonia Braga, por Bacurau

Melhor Ator Coadjuvante

• Demick Lopes, por Greta
• Enrique Diaz, por Los Silencios
• Renato Novaes, por Temporada
• Rodrigo Santoro, por Turma da Mônica: Laços
• Silvero Pereira, por Bacurau

Revelação Feminina

• Carol Duarte, por A Vida Invisível
• Giulia Benite, por Turma da Mônica: Laços
• Jeanne Boudier, por Deslembro
• Julia Stockler, por A Vida Invisível
• MC Carol, por No Coração do Mundo

Revelação Masculina

• Christian Malheiros, por Sócrates
• Kevin Vechiatto, por Turma da Mônica: Laços
• Rafael Martins, por Inferninho
• Russo APR, por Temporada
• Valmir do Coco, por Azougue Nazaré

Melhor Elenco

• Fernanda Rocha (treinadora de elenco), por A Vida Invisível
• Guto Parente e Pedro Diogenes (diretores de elenco), por Inferninho
• Marcella Jacques (diretora de produção), por No Coração do Mundo
• Marcella Jacques (diretora de produção), por Temporada
• Marcelo Caetano (diretor de elenco), por Bacurau

Melhor Direção

• André Novais Oliveira, por Temporada
• Beatriz Seigner, por Los Silencios
• Gabriela Amaral Almeida, por A Sombra do Pai
• Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, por Bacurau
• Karim Ainouz, por A Vida Invisível

Melhor Roteiro Original

• André Novais Oliveira, por Temporada
• Beatriz Seigner, por Los Silencios
• Gabriela Amaral Almeida, por A Sombra do Pai
• Guto Parente, Pedro Diogenes e Rafael Martins, por Inferninho
• Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, por Bacurau

Melhor Roteiro Adaptado

• Armando Praça, por Greta
• Claudia Jouvin e Dennison Ramalho, por Morto Não Fala
• Gabriel Martins, por Maurílio Martins, por No Coração do Mundo
• Inés Bortagaray, Karim Ainouz e Murilo Hauser, por A Vida Invisível
• Tiago Doltori, por Turma da Mônica: Laços

Melhor Fotografia

• Diego Garcia, por Divino Amor
• Hélène Louvart, por A Vida Invisível
• Heloisa Passos, por Deslembro
• Pedro Sotero, por Bacurau
• Sogia Oggioni, por Los Silencios

Melhor Montagem

• Eduardo Serrano, por Bacurau
• Gabriel Martins e Maurílio Martins, por No Coração do Mundo
• Gabriel Martins, por Temporada
• Heike Parplies, por A Vida Invisível
• Olivia Brenga, por Bixa Travesty

Melhor Trilha Sonora

• Benedikt Schiefer, Guilherme Garbato e Gustavo Garbato, por A Vida Invisível
• Linn da Quebrada, por Bixa Travesty
• Mateus Alves e Tomas Alves Souza, por Bacurau
• Max de Castro de Wilson Simoninha, por Simonal
• Mestre Anderson, Tomas Alves Souza e Tiago Melo, por Azougue Nazaré

Melhor Direção de Arte

• Cassio Amarante e Mariana Falvo, por Turma da Mônica: Laços
• Rodrigo Martirena, por A Vida Invisível
• Thaís Augusto Lima, por Inferninho
• Thales Junqueira, por Bacurau
• Thales Junqueira, por Divino Amor

Melhor Figurino

• Antonio Medeiros, por Hebe: A Estrela do Brasil
• Fernanda Manques, Manuela Mello e Veronica Julian, por Turma da Mônica: Laços
• Filipe Arara e Isac Bento, por Inferninho
• Marina Franco, por A Vida Invisível
• Rita Azevedo, por Bacurau

Melhor Maquiagem

• André Anastácio, por A Sombra do Pai
• Britney Federline, por Morto Não Fala
• Gutto Moreira, por Inferninho
• Simone Batata, por Hebe: A Estrela do Brasil
• Tayce Vale, por Bacurau

Melhor Som

• Ana Chiossi, Ariel Henrique e Leonardo Bortolin, por A Noite Amarela
• Björn Wiese, Laura Zimmermann e Waldir Xavier, por A Vida Invisível
• Cyril Holtz, Nicolas Hallet e Ricardo Cutz, por Bacurau
• Daniel Turini, Fernando Henna e Gabriela Cunha, por A Sombra do Pai
• Daniel Turini, Fernando Henna, Gustavo Nascimento e Jean-Guy Veran, por Los Silencios

Melhores efeitos visuais

• Eduardo Schaal, Guilherme Ramalho e Hugo Gurgel, por Carcereiros: O Filme
• Guilherme Ramalho, por Morto Não Fala
• Marcelo Siqueira, por Mormaço
• Marco Prado, por Turma da Mônica: Laços
• Vagner Martão, por Bacurau

Melhor documentário em Longa-Metragem

Bixa Travesty, produção de Evelyn Mab e Kiko Goifman
Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos, produção de João Salaviza, Renée Nader Messora, Ricardo Alves Jr. e Thiago Macêdo Correia
Democracia em Vertigem, produção de Joanna Natasegara, Petra Costa, Tiago Pavan e Shane Boris
Estou me guardando para quando o carnaval chegar, produção de João Vieira Jr. e Nara Aragão
Torre das Donzelas, produção de Susanna Lira e Tito Gomes

Melhor animação

A Cidade dos Piratas, produção de Elisa Rocha e Marta Machado
Apneia, produção de Edu MZ Camargo
Carne, produção de Chelo Loureiro e Lívia Perez
Sangro, produção de Tiago Minamisawa
Tito e os Pássaros, produção de Daniel Greco, Felipe Sabino e Gustavo Steinberg

Melhor Filme Estrangeiro

Dor e Glória, de Pedro Almodóvar (ESPANHA)
Guerra Fria, de Pawel Pawlikowski (POLÔNIA)
O Irlandês, de Martin Scorsese (EUA)
Parasita, de Bong Joon Ho (CORÉIA DO SUL)
Pássaros de Verão, de Cristina Gallego e Ciro Guerra (COLÔMBIA)

Melhor Curta-Metragem de Ficção

A Mulher que Sou, produção de Dora Amorim e Thaís Vidal
Baile, produção de Ana Paula Mendes
Ilhas de Calor, produção de Thamires Vieira
Marie, produção de Arthur Leite
Tea For Two, produção de Laila Pas e Lara Lima

Melhor Documentário em Curta-Metragem

Copacabana Madureira, produção de Francisco Vasconcelos, Leonardo Martinelli, Nicolas Bezerra e Rafael Lopes Cesar
Negrum3, produção de Victor Casé
Quebramar, produção de Camila Gaglianone
Sete Anos em Maio, produção de Affonso Uchoa, Camila Bahia Braga, Jerónimo Quevedo e Victoria Marotta
Swinguerra, produção de Dora Amorim, Julia Machado e Thaís Vidal

%d blogueiros gostam disto: