lide liquido

Prêmio Jabuti 2020 está com as inscrições abertas; Adélia Prado é a homenageada desta edição

Tradicional prêmio literário do país, o Prêmio Jabuti anunciou, no dia 17 de março, a abertura das inscrições para a sua 62º edição.

As obras poderão ser inscritas pela editora ou pelo autor, ilustrador, tradutor, capista, produtor gráfico, gráfica, agente literário ou por procurador até as 18 horas do dia 30 de abril de 2020.

As inscrições são feitas quase que exclusivamente on-line (www.premiojabuti.com.br) – apenas os volumes inscritos no eixo livro, que inclui as categorias capa, ilustração, projeto gráfico e tradução, devem ver enviados. Para as demais categorias, os editores ou autores mandam os arquivos em PDF.

Realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Jabuti confere aos vencedores o reconhecimento da comunidade intelectual brasileira e do mercado editorial.

A 62ª edição do Prêmio Jabuti é composta por quatro eixos e 20 categorias (foram 19 no ano passado): Eixo literatura (com as categorias: Conto, Crônica, Histórias em quadrinhos, Infantil, Juvenil, Poesia, Romance literário e Romance de entretenimento), Eixo ensaios (com as categorias: Artes, Biografia, Documentário e reportagem, Ciências, Ciências Humanas, Ciências Sociais, Economia criativa), Eixo livro (com as categorias: Capa, Ilustração, Projeto gráfico, Tradução) e Eixo inovação (com as categorias: Fomento à leitura, Livro brasileiro publicado no exterior)

Novidade este ano, a categoria romance de entretenimento premiará narrativas ficcionais em prosa, geralmente longas, cujo enredo se desenvolvem relacionando personagens numa sequência temporal. Nesta categoria devem ser inscritos, principalmente, os romances de gênero, de entretenimento, quando se considerar que a obra é voltada para um público mais amplo. Por exemplo: policial, ficção científica, terror, romance sentimental/de amor, humor, suspense, aventura, fantasia, entre outros. O júri desta categoria irá avaliar as qualidades do enredo, privilegiando o conteúdo, a trama.

Personalidade literária

Uma das mais importantes escritoras brasileiras, a mineira Adélia Prado, 84, é a personalidade literária homenageada da 62ª edição do Prêmio Jabuti. Segundo o site do prêmio, a escolha se deve “por sua obra e seu compromisso intenso com as artes, e principalmente com nossa Literatura”.

Em 1978, a escritora foi a vencedora do Prêmio Jabuti com o seu livro de poemas, “O Coração Disparado”. Desde então Adélia recebeu muitas outras condecorações nacionais e internacionais, entre elas, o maior Prêmio Canadense de poesia, o Griffin.

.

Adélia Prado publicou o seu primeiro livro, “Bagagem” (1976), aos 40 anos. Sua primeira publicação foi apadrinhada por Carlos Drummond de Andrade que, além de elogiar a autora estreante, enviou a série de poemas para a Editora Imago.

%d blogueiros gostam disto: