Agenda Cultural Alagoas

Exposição ‘Pepitas Populares’ vai até sábado (29) no Museu Théo Brandão

A coleção reunida por Celso Brandão faz um recorte da arte popular de Alagoas e Sergipe

Composta por esculturas, pinturas e mobílias feitas por artistas e marceneiros do interior de Alagoas e Sergipe, vai até o próximo sábado (29) a exposição ‘Pepitas Populares – Coleção Celso Brandão’, no Museu Théo Brandão, Centro de Maceió. A coleção reunida pelo fotógrafo, cineastra e professor aposentado da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Celso Brandão, faz um recorte da arte popular alagoana de alguns artistas de Sergipe. A mostra é de curadoria da museóloga Carmem Lúcia Dantas.

O acervo de Celso Brandão presente na exposição foi composto por suas andanças pelo interior nordestino. Ao lado de sua câmera, o fotógrafo e cineasta compôs uma das mais representativas coleções de peças feitas por artistas populares, tais como Manoel da Marinheira (escultor do município de Boca da Mata – AL), Fernando Rodrigues (artesão da Ilha do Ferro – AL), Antônio de Dedé (escultor de Lagoa da Canoa – AL), Véio (escultor sergipano) e Zé do Chalé (artista sergipano). Os registros fotográficos que Celso fez nessas andanças também estarão presentes, contando uma história desses encontros artísticos.

Exposição reúne obras de artistas alagoanos e sergipanos. Foto: Ana Cecília

“A escolha das obras partiu do olhar sensível do colecionador. Pepitas Populares abre possibilidades de leitura do conjunto de obras da coleção. Longe de expressar sua totalidade, propõe um recorte geográfico e afetivo”, escreveu a curadora Cármen Lúcia Dantas, curadora da exposição, no texto que apresenta a exposição.

O trabalho de Celso Brandão de documentar arte popular com a fotografia e o cinema foi responsável por divulgar a produção de artistas populares pouco conhecidos. As fotografias de Celso selecionadas para a mostra revelam os lugares, as obras e os artistas da exposição, compondo um diálogo visual com as peças, o que constrói uma narrativa para o visitante.

Exposição ‘Pepitas Populares’. Foto: Ana Cecília

Dispostos na mostra, textos sobre o colecionador expõem sua relação com as peças/artistas e a importância da coleção e dos registros visuais para a arte popular. Os textos são assinados por alguns dos amigos muito próximos de Celso e da coleção: a antropóloga Rachel Rocha, a professora Janaína Ávila, a jornalista Cíntia Ribeiro, o artista visual Francisco Oiticica e o poeta Fernando Fiúza.

SERVIÇO

O quê: Exposição “Pepitas Populares – Coleção Celso Brandão”

Local: Museu Théo Brandão – Avenida da Paz, Centro

Visitação: Até o dia 29 de fevereiro, de terça a sexta-feira das 9h às 17h e aos sábados da 12h às 17h.

Informações: (82) 3214-1716

Entrada gratuita.

%d blogueiros gostam disto: