Alpendre poesia

Criança esperança e Devíamos ser da cor dos flamingos, de Adriane Garcia

Criança esperança

Rotineiramente, pela manhã, passa por mim o caminhão da KTM
Antes sinto seu cheiro; depois, sinto seu cheiro azedo de
Chorume
A cena se repete em looping, o homem que já foi criança e
Que sonhava em ser lixeiro
Agora desce correndo, o carro em movimento, para pegar o
Próximo saco de lixo

Quando o solado da bota solta, quando o pé do lixeiro dobra
Quando tudo muito rápido o homem segura na lixeira
Para não dar com a cara no chapisco do muro
Tudo muito rápido, o desequilíbrio, a bota o muro o braço
Deslocado, aos 26 anos, o homem de braço inválido
Não carrega mais uma mochila, 5 anos de serviços prestados
O homem demitido depois de 15 dias

Tudo em looping

A KTM alega que entregou o equipamento de proteção individual
Que o pé do lixeiro dobrou porque ele estava correndo
Que a empresa orienta os empregados a coletar o lixo de – va – gar
Que a demissão não tem relação com o acidente
Que as crianças costumam sonhar em ser lixeiros.

***

Devíamos ser da cor dos flamingos

As vinte maiores empresas do mundo têm receita maior do que a soma das economias dos oitenta países mais pobres do mundo

Trezentos e cinquenta e oito miliardários do mundo são mais ricos que metade da população global

No setor de bens de consumo duráveis cinco sociedades privadas controlam mais de 50% do mercado mundial

A poesia pode dar a volta ao mundo, verificar tudo isso e voltar falando de um pássaro.

***

Foto: Ricardo Laf

Adriane Garcia, poeta, nascida e residente em Belo Horizonte. Publicou Fábulas para adulto perder o sono (Prêmio Paraná de Literatura 2013, ed. Biblioteca do Paraná), O nome do mundo (ed. Armazém da Cultura, 2014), Só, com peixes (ed. Confraria do Vento, 2015), Enlouquecer é ganhar mil pássaros (e-book pela Vida Secreta, no Issuu, 2015) Embrulhado para viagem (col. Leve um Livro, 2016), Garrafas ao mar (ed. Penalux, 2018). Participa de diversas antologias e revistas literárias.
Os poemas enviados para o Arribação são do novo livro em que vem trabalhando: Tripalium.

%d blogueiros gostam disto: